Campanha Brasil sem dor

imagem SBED

A campanha nacional BRASIL SEM DOR está sintonizada com o compromisso dos diversos profissionais responsáveis pelo controle da dor e pelo alívio do sofrimento
dos pacientes.
Nesta iniciativa, a Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor (SBED) propõe medidas efetivas para enfrentar o subtratamento da dor, aprimorar sua avaliação e monitorar a qualidade da terapia da dor nas unidades de saúde.

O adequado controle da dor é reconhecido como essencial para o atendimento global do paciente. Especialistas e agências de acreditação estão cada vez mais empenhados em garantir o controle da qualidade do tratamento da dor nos hospitais, serviços de assistência primária, secundária, terciária e quaternária, pública e privada.

Com a aferição adequada e sistemática da presença da dor, de sua intensidade, e da qualidade de vida dos pacientes, os hospitais e serviços de assistência podem acompanhar melhor a recuperação do paciente, fazer ajustes no tratamento, atenuar
os efeitos colaterais do tratamento, diminuir o tempo de internação e reduzir custos.

A dor é uma questão de saúde pública especialmente no Brasil, sobretudo pelos problemas socioeconômicos. Estudos mostram sua associação a baixa renda, menor
escolaridade, alcoolismo, gênero feminino e alterações de saúde mental.

Sobre neurologiarecife

Dr. Igor Bruscky Médico Neurologista em Pernambuco
Esse post foi publicado em Cefaleia (dor de cabeça), Dor, Enxaqueca e marcado , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s